sexta-feira, 15 de abril de 2011

Construção naval: Sergipe vai formar técnicos para o setor

Evitar que profissionais sejam 'importados' de outros estados será uma das soluções que o futuro programa de capacitação de técnicos vai oferecer ao setor da construção civil de Sergipe. Para o Capitão dos Portos do estado, Belivaldo Vieira Figueiredo, essa iniciativa que o Senai-SE deverá lançar em breve será benéfica também para a Marinha. “Com o desenvolvimento da indústria naval no estado, aqui pode ser mais um lugar onde poderemos fazer reparos nos nossos navios."
Como afirma a coordenadora técnica do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do estado (Crea-SE), Rúbia Teixeira Moisinho, “essa atitude pioneira do Senai formará profissionais capacitados, técnicos prontos para o mercado de trabalho."

A criação do curso também repercute na maior empresa da construção naval do estado, o Grupo H. Dantas, do Estaleiro Santa Cruz. O gerente administrativo-financeiro da empresa, Bruno Loeser, crê que o potencial sergipano na área ainda tem muito a ser desenvolvido. “O curso será fundamental para o desenvolvimento da construção naval no estado."

Esse projeto nasceu pela demanda das empresas do setor por pessoal especializado. O município da Barra dos Coqueiros, local do Porto de Sergipe, será um dos grandes beneficiados, pois, possivelmente haverá aumento da produção industrial. Em recente encontro na sede do Sistema Fies, forma apresentadas as diretrizes técnicas para a formulação do curso de nível técnico, com a participação de consultores do Rio de Janeiro. "Acredito que a iniciativa trará muitos ganhos para a economia do estado", explica a gerente de Educação Profissional do Senai-SE, Sílvia Regina Delmondes. As aulas devem ser iniciadas no segundo semestre deste ano.

Um comentário:

  1. EXCELENTE INICIATIVA DO SENAI/SE MAS PARA CAPACITAR PROFISSIONAIS ALTAMENTE QUALIFICADOS, TEMOS QUE TER ESTRUTURA ACADÊMICA E FINANCEIRA PARA O DESENCANDEAMENTO DAS ATIVIDADES INERENTES AO RAMO NAVAL, ESTE QUE, NO NOSSO ESTADO, ANDA A PASSOS DE TARTARUGA HÁ ANOS DEVIDO A FALTA DE INTERESSE POR PARTE DO GOVERNO FEDERAL E ESTADUAL; SABE SE QUE, AS ATIVIDADES MARÍTIMAS AUMENTAM O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DA CAPITAL E DO ESTADO E OBSERVAMOS A AUSÊNCIA DESSES INVESTIMENTOS NO ESTADO DE SERGIPE. DEVEMOS TER EM MENTE QUE A MARINHA MERCANTE DO BRASIL OFERECE CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO PARA A REGIÃO, ENTÃO DEVEMOS INVESTIR NOS CURSOS TÉCNICOS COM ESTRUTURA PARA A FORMAÇÃO DESSES PROFISSIONAIS QUE ESTÃO POR VIR NA ÁREA NAVAL, ÁREA QUE PRECISA DE PROFISSIONAIS GABARITADOS E QUE ÀS VEZES, QUANDO FORMADOS, NÃO CONSEGUEM UMA OPORTUNIDADE DE EMPREGO; ENFIM FICA A MINHA OBSERVAÇÃO DIANTE DAS ATUAIS CIRCUNTÂNCIAS EM QUE ESTOU INSERIDO.

    ResponderExcluir