quinta-feira, 24 de março de 2011

Educação móvel Petrobras continua na parceria do barco-escola do Senai

O aporte de R$ 200 mil que garantem combustível para o deslocamento e kits de material didático 
  Arquivo Senai-AM
está garantido para o Samaúma (foto), barco-escola do Senai do Amazonas, graças à parceria com a Petrobras.

Com mais de 30 anos de atividades, o Samaúma leva Educação profissional a populações da Região Amazônica  que viram em localidades de difícil acesso por terra. Neste ano, a embarcação vai levar cursos profissionalizantes a cinco municípios. No último sábado (19/3), o barco-escola partiu de Manaus e está aportado em Manicoré, onde permanecerá até início de maio. Ao final do ano, o Samaúma terá formado novos profissionais e empreendedores nos municípios de Novo Aripuanã, Borba, Urucará e Urucurituba.

A renovação da parceira foi assinada pelo gerente-geral da Unidade de Operações da Amazônia da Petrobras, Luiz Ferradans, pelo vice-presidente do Sistema Fieam, Athaydes Félix, e pelo diretor regional do Senai-AM, Aldemurpe Barros.

Em Manicoré, o Samaúma deve constituir 22 turmas nas áreas de construção civil, eletricidade, marcenaria, automotiva alimentação, costura, empreendedorismo e informática. Segundo Barros, o Senai planeja levantar histórias de sucesso e revelar as transformações alcançadas na comunidades por meio da Educação profissional itinerante.

Novo Samaúma
O Senai está desenvolvendo o projeto Samaúma 2, que está sendo planejada dentro dos conceitos de sustentabilidade e tecnologia. A primeira fase da construção, a estrutura em aço da embarcação, foi licitada. “A previsão para construção do barco é entre 10 e 14 meses”, afirma o diretor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário