quarta-feira, 23 de março de 2011

Chilenos negociam parceria com Senai de Mato Grosso do Sul

O Senai de Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande, recebeu na segunda (21/3) delegação do Governo de Atacama, no Chile. O grupo, liderado pela governadora Ximena Matas Quilodrán, veio ao Brasil para negociando possível parceria de capacitação de profissionais da área mineração e energia renovável.

Segundo o gerente da unidade, Marcos Costa, os chilenos conheceram o setor de qualificação técnica de mecânica, química, mineração, eletrotécnica e segurança do trabalho. “Eles gostaram muito do que viram, mas ficaram impressionados mesmo com o modelo de qualificação adotado pelo Senai, de atuar em conjunto com a indústria."

Costa explicou que tudo que a unidade desenvolve tem o suporte das empresas do município, da demanda por cursos até a indicação de parte dos alunos. “Esse modelo de atuação e a metodologia adotada pelo Senai-MS é muito interessante”, disse a governadora Ximena, que quer conhecer a expertise da instituição em qualificação profissional para aplicá-la em Atacama.

O Governo de Atacama e o Senai-MS iniciaram negociações para atender a demanda da região chilena em mineração e energia renovável. O diretor-corporativo do Sistema Fiems e diretor regional do Senai-MS, Jaime Verruck, explicou que nos próximos anos Atacama vai receber quase US$ 20 bilhões em investimentos, o que demandará  profissionais capacitados.

Segundo Verruck, a ampliação da questão comercial de Mato Grosso do Sul com Atacama esbarra na necessidade de qualificação de chilenos. “Iniciamos com a governadora Ximena a negociação para que possamos atuar na formação de profissionais de mineração, energia renovável e saúde e segurança do trabalho."

Verruck acrescentou que a participação na reunião de representantes dos segmentos de açúcar e álcool, alimentos, metalmecânica, construção civil, vestuário e turismo abre possibilidade de empresas locais atuarem na expansão dos projetos chilenos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário