quinta-feira, 31 de março de 2011

Aulas na madrugada: é o Corujão

O Senai do Rio de Janeiro promove até 3 de maio o curso gratuito de Solda (TIG 6G) para 14 moradores no Morro da Providência, na capital fluminense. Mais conhecido como Corujão, o curso faz parte do Sesi Cidadania, programa que leva ações contínuas de Educação, saúde, esporte, lazer, cultura e qualidade de vida às comunidades beneficiadas pelas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs).

As aulas são ministradas de madrugada, da meia-noite às 4h da manhã, no Centro de Tecnologia Solda. De acordo com o gerente da unidade, Mauricio Ogawa, o programa facilita a qualificação de pessoas que trabalham. “O curso foi planejado de acordo com o mercado, para suprir a demanda por profissionais qualificados, facilitar a busca por emprego e dar a oportunidade de ascensão social aos moradores da Providência”.

Elias de Almeida, de 38 anos, há um trabalha com uma barraca de sanduíches na comunidade, mas diz que, apesar da renda ser suficiente para suprir as necessidades, não possibilita a realização de alguns sonhos. “O que ganho não dá pra comprar coisas melhores. Tenho certeza que esse curso vai me proporcionar muita coisa que não tive antes. As empresas reconhecem a qualificação do Senai."

Ele diz que escolheu o curso de acordo com aquilo que o mercado de trabalho precisa e também dentro daquilo que gosta de fazer. “O mercado está carente de pessoal na área de solda e sempre quis fazer esse curso e não tinha condição."

O aluno Elias explica que consegue conciliar o trabalho com o estudo e descanso. Nas aulas, ele conta com tecnologia de última geração, que proporciona dinamismo e facilidade na aprendizagem, como o simulador de solda e até uma lousa digital, tela de computador com recursos multimídia. Elias poderá atuar em um mercado em expansão, com diversas vagas em áreas como a construção civil, petróleo e naval.

Ogawa explica que pesquisa realizada pelo Sistema Firjan entre os egressos após um ano de conclusão de cursos revelou que 75% deles estão inseridos no mercado de trabalho. A aceitação do curso foi grande e outras duas turmas já estão formadas.
Clique aqui para assistir a reportagem Trabalhadores aproveitam a madrugada para fazer curso de qualificação no Rio, no Jornal Nacional.

Inovação de resultados: Paraná ganha primeiro laboratório de testes de software

Está em pleno funcionamento em Londrina o primeiro Laboratório de Testes de Software do Paraná. Viabilizado por meio do Edital Senai Sesi de Inovação 2009, o projeto foi colocado em prática pelas empresas Identech e Audare e por especialistas do Senai de Londrina.

O laboratório faz serviços para empresas produtoras de software e hardware. Os testes têm como base normas, metodologias e melhores práticas reconhecidas e consolidadas por importantes organizações. “Este é um mercado bastante grande e que está em crescimento, mas que ainda não era atendido pelo Senai. É mais uma área para a prestação de serviços laboratoriais”, afirma Silmara Kamura, da equipe do Senai que desenvolveu o projeto.

Para tornar o projeto realidade foi criada metodologia para testar a qualidade e eficiência de sistemas embarcados – softwares desenvolvidos especialmente para compor determinados produtos, que não computadores. Segundo o supervisor de desenvolvimento da Identech, Fabio Luiz Vardanega, a empresa possuía um produto com sistema embarcado, que foi utilizado para realizar testes do sistema.

“Em conjunto com o Senai, desenvolvemos a metodologia e ficamos responsáveis pela questão mercadológica, ou seja, como o produto será apresentado ao usuário final”, explica Vardanega, destacando que essa parceria gerou novos negócios. “Um software que passa por um laboratório de testes é reconhecido no mercado. Nossos produtos foram aprovados e hoje a procura por serviços é maior”.
Mais informações: 43 3294-5100/5167.

Dados do Ministério do Trabalho e Emprego mostram que, em 2009, havia no Paraná mais de 1.800 empresas de software e hardware. Somente as primeiras representam 60% da quantidade de estabelecimentos do setor de tecnologia da informação da comunicação. Os principais polos são Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel, municípios que possuem arranjos produtivos locais do setor. Entre 2006 e 2009, o número de empregos no setor cresceu 20%, chegando a mais de 23 mil em 2009.

Veja outro projeto tecnológico apoiado pelo Edital


quarta-feira, 30 de março de 2011

Calçados, couro e artefatos: Detalhes do inverno 2012

Os especialistas em tendência e estilo do Portal Senai Design observaram atentamente as semanas de moda internacionais e captaram os essenciais em acessórios para o próximo inverno no Brasil. Confira.

Informal e com estilo de sobra nas altas
plataformas pontiagudas e nos acessórios
de inspiração masculina. Bolsas de
tamanhos grandes e pequenos com
fundo retrô na modelagem estruturada.

Acessórios práticos para a vida urbana e com boa injeção de humor nas modelagens clássicas. A Big Apple absorve as influências mundiais das fôrmas de bico fino e acrescenta cor em tons vibrantes nos detalhes.  As texturas entram na pauta em superfícies que lembram couro animal e sugerem experiências táteis para com o usuário.



Clássica e feminina, a cidade italiana deixa clara a tradição de
excelência nos acessórios. Stilletos, bicos diferenciados e trabalhos ímpares no tratamento com o couro contemplam coleções nas quais
a influência dos anos 1970 é um dos destaques.



Intensa e com olhar sofisticado, a semana de Paris levou as influências do vestuário para os acessórios; com modelagens esportivas e estruturadas, que valorizam as cores e os materiais. Mix de influências nas combinações entre os acessórios e construções robustas para os calçados.


No estrato final, os modelos indispensáveis no mix do inverno 2012 englobam as versões clássicas e renovadas dos scarpins, as adaptações para o feminino do mocassim e inúmeras versões leves e pesadas de sandálias. As botas vão do tornozelo à coxa, em modelagens pesadas que recebem couro ou tecido. Em convergência com o vestuário, os brilhos entram numa boa fase nos couros espelhados, metalizados e adornados por rebites. Materiais com estampas ou gravação animal aparecem como croco, arraia, avestruz, cobra e onça.




Fonte: Texto e arte produzidos por especialistas do Portal Senai Design > http://senai.br/design

Design do mobiliário: Referências e desejos do consumidor são apresentados a empresário de Minas Gerais

A difusão da cultura do design para a indústria do setor é um dos objetivos do Caderno Desejos e Rupturas – Referências do Mobiliário, lançado na segunda (28/3), na sede do Sistema Fiemg, em Belo Horizonte. A publicação faz parte do projeto Senai+Design, cuja coordenação está a cargo do setor de inovação e tecnologia do Senai Nacional.


Trata-se da evolução de outra publicação que surgiram em 2002 para traçar as tendências do setor e servir de orientação para os designers de móveis. “A importância do design está em despertar o desejo. Tenho certeza de que as indústrias ficam mais competitivas quando se baseiam naquilo que os especialistas em design criam”, disse o presidente do Sistema Fiemg, Olavo Machado Jr.

A equipe que criou o Caderno fez uma investigação preliminar em 68 residências de dez estados. Os profissionais, de diversas especialidades, queriam fazer uma leitura das regionalidades do país, dos contrastes, e do jeito de morar do brasileiro. Como metodologia para a coleta de dados preliminares foi escolhida a pesquisa fotoetnográfica: fotografou-se o interior das casas, varandas, quintais, moradores e vizinhança.

“O Sindicato das Indústrias do Mobiliário e Artefatos de Madeira no Estado de Minas Gerais tem investido, ano a ano, para demonstrar a importância do design para o setor”, lembrou o presidente do Sindimov, Carlos Alberto Homem.

O coordenador do Núcleo de Design do Senai-MG, Marcelo Manhago, deu mais detalhes do trabalho que resultou no Caderno. Segundo ele, foram feitas mais de 5 mil fotos pelo país inteiro, e esses dados foram cruzados posteriormente. O desafio foi o de entender o que o brasileiro quer, o que deseja como mobiliário de sua residência. Que tipo de materiais, quais tipos de acabamento se quer? “O que se quer encontrar? O desejo. Mas para criar esse desejo é necessário criar rupturas para, então, achar o sonho do usuário."

A criação de móveis a partir de necessidades identificadas também foi abordada na participação de Manhago. Ele mostrou fotos de um cabideiro de madeira em formato de girafa usado para pendurar bolsas e roupas e de um porta-trecos para guardar objetos que ficam espalhados pelos móveis da sala. “Esses projetos nasceram da necessidade dos moradores que observamos nas casas. Por falta desses equipamentos, outros móveis acabam assumindo suas funções. Como deixar as contas empilhadas no home theater."

Participaram da apresentação designers nacionais e internacionais, como os do Politécnico de Torino e de Milão, ambos na Itália, empresários, fornecedores, professores de design e profissionais do setor moveleiro, entre outros.

Brasil de Luto: Sistema Indústria lamenta morte de José Alencar

"Perdemos um grande amigo e um brasileiro exemplar", disse o presidente do Sistema Indústria, Robson Braga de Andrade, ao lamentou nesta terça (29/3) a morte do empresário e ex-vice-presidente da República José Alencar Gomes da Silva.

“Ele foi um industrial ousado e um líder empresarial que soube, com sabedoria e espírito empreendedor, construir o maior grupo têxtil do país. Político habilidoso, ajudou, com a mesma tenacidade que lutou pela vida, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva a recolocar o Brasil no caminho do crescimento e projetar o país no exterior”, disse Andrade.

José Alencar foi grande incentivador da Educação Profissional, conforme fez questão de ratificar durante visita a 6ª Olimpíada do Conhecimento, em março do ano passado – Foto Miguel Ângelo
José Alencar foi grande incentivador da Educação Profissional, conforme fez questão de ratificar durante visita a 6ª Olimpíada do Conhecimento, em março do ano passado – Foto Miguel Ângelo

Andrade lembrou que Alencar foi um dos seus antecessores na presidência do Sistema Fiemg. “Ele fortaleceu e dinamizou a Fiemg”, disse Andrade. Ele comunicou a morte de José Alencar na reunião mensal de diretoria da organização, e pediu aos presentes – presidentes das federações de indústrias e executivos do Sistema – um minuto de silêncio.

Em Portugal, o ex-presidente Lula se emocionou ao falar de seu companheiro José Alencar. "Alencar tinha esperanças de que a fé em Deus ia ajudá-lo. Nossa relação era mais do que de vice com presidente, nossa relação era de irmãos, companheiros. Vinha falando e visitando ele quase toda semana e o otimismo dele era uma coisa que causava na gente até inveja de ver a força que ele tinha", disse Lula.

Chorando muito ao longo da entrevista, o ex-presidente afirmou também que só conseguiu se eleger em 2002 devido ao apoio de Alencar. Ele lembrou discursos e comícios ocorridos durante a campanha e também a participação do ex-vice, mesmo fragilizado, na campanha de Dilma Rousseff. Lula afirmou que vai dedicar o título de doutor honoris causa, na Universidade de Coimbra, que receberá nesta quarta (30/3), a José Alencar.

Torcedor do Nacional Atlético Clube, de Muriaé, cidade onde nasceu, o mineiro José Alencar morreu aos 79 anos e lutava há 14 contra o câncer. O ex-vice-presidente deixa esposa, Mariza Gomes da Silva, três filhos, Josué, Maria da Graça e Patrícia, netos e bisnetos. A causa da morte foi falência múltipla dos órgãos em decorrência da doença. Alencar estava internado desde segunda (28/3), na UTI do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, em estado crítico com quadro de oclusão intestinal e peritonite.

terça-feira, 29 de março de 2011

Design Verão 1012: São Paulo divulga tendências para empresas e criadores de coleções

Empresário, designers e desenvolvedores de coleções do Estado de São Paulo estão conhecendo a publicação do Senai com inspirações e tendências para o próximo verão. A série de workshops sobre Criação de coleção – Desenvolvendo conceitos a partir das Macrotendências começou nesta quarta (23/3), no Senai do Bom Retiro, na capital, e será levada até 26 de abril a quase 20 cidades do estado.


O circuito de palestras e a apresentações do Caderno Perfil Moda prossegue hoje em Cerquilho (29/3), e passará por Americana (30/3), Rio Claro (31/3), São José do Rio Preto (4/4), Votuporanga (5/4), Araçatuba (6/4), Birigui (7/4), Auriflama (8/4), Franca (11/4), Ribeirão Preto (12/4), Ibitinga (13/4), Araraquara (14/4), Capital São Paulo – Brás (18/4), Santo André (19/4), Serra Negra (25/4) e Capivari (26/4).



A apresentação do material foi complementada por palestra sobre tendências para a estação, para empresários e profissionais dos segmentos têxtil, do vestuário, de couro e calçados. O caderno traz informações sobre moda, comportamento e mercado e antecipa tendências de estilo e design, fornecendo aos profissionais do setor subsídios para a inovação.

Também indica referências da cultura nacional para que as empresas usem o design como ferramenta para agregar valor ao produto. Nesta edição, aponta tendências para os segmentos feminino, masculino e infantil relacionados a cinco perfis de consumo.

A publicação foi concebida por especialistas da organização de diversos estados que fazem parte do Programa Senai de Gestão de Design, cuja coordenação geral é da área de tecnologia e inovação do Senai Nacional. A iniciativa visa estimular em todo o país as empresas a observar o comportamento e os perfis de seus consumidores para a criação de produtos diferenciados e competitivos, que atendam as necessidades e os desejos do público-alvo.
Clique aqui para saber e fazer inscrições.

segunda-feira, 28 de março de 2011

TI para melhorar a vida: Senai incentiva preparação de profissionais para a Imagine Cup

Um grupo de ex-alunos do Centro de Tecnologia da Informação do Senai do Distrito Federal vai participar em junho da Imagine Cup, maior competição mundial de tecnologia da informação (TI). Para a competição, a equipe BSBIT, formada por Juscélio de Oliveira Reis, Samuel Cunha Rodrigues, Vinícius de Oliveira Reis, Thom Marques Chaves e o mentor Bruno Raphanelli Kenj, elabora jogos para celulares. Todo ano, a competição conta com temas específicos. O objetivo é que as ideias lá apresentadas possam melhorar a vida das pessoas, seguindo as oito metas do milênio estabelecidas pela ONU.

Cinco equipes da mesma categoria serão selecionadas para ir à Nova York, nos Estados Unidos, sede da competição este ano. Além disso, a equipe de Brasília conta com a consultoria do empresário Lucas Mello. Em 2009, Lucas era integrante da equipe que foi campeã da categoria interoperabilidade, uma forma de comunicação entre sistemas. No ano passado, eles levaram o segundo lugar na contagem geral da competição.

Os participantes passam por treinamento, que pode chegar a cinco horas por dia. “A gente trabalha durante a noite. E todo domingo nos reunimos para discutir o que foi trabalhado durante a semana”, explica Thom Marques.

Entre as metas do milênio sugeridas pela ONU estão combate à pobreza, mortalidade infantil e doenças; melhoria da educação e saúde materna; promoção da igualdade entre os sexos e sustentabilidade; e estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento. A Imagine Cup começou em 2003 e cada edição ocorre em um país diferente.

Provas para cursos técnicos do Senai-MS atraem mais de mil candidatos

Mil e cinquenta e um candidatos participaram no sábado (27/3) das provas do processo seletivo para preencher 520 vagas em oito cursos de qualificação técnica de nível médio oferecidos pelo Senai em sete cidades de Mato Grosso do Sul. O gabarito das provas será divulgado nesta segunda (28/3) nowww.fiems.org.br, e nas unidades em que são oferecidos os cursos. A lista de aprovados estará disponível na quinta (31/3) nos mesmos locais.

Segundo a supervisora dos cursos técnicos da FatecSenai Campo Grande, Adriana Araújo de Camargo, esse é o primeiro processo seletivo para cursos técnicos de 2011 e existe grande expectativa com relação aos dois cursos novos de logística e edificações. “Houve uma grande procura por esses cursos, principalmente para o de logística, pois aqui contamos com um Centro de Operações nesta área."

Paula Victória Silva Santos, 18 anos, é uma das candidatas que pleiteia vaga em logística. Ela acredita que esta é uma área promissora. “Se o Senai disponibiliza um curso em determinada área é porque existe carência de profissionais para ocupar os espaços. Por isso, eu vou tentar uma vaga nesse curso”, declarou a jovem que procura oportunidade no mercado de trabalho.

Gente experiente também busca novas oportunidades, como o economista Juzi Arian Alves Sarady, de 53 anos. Juzi atua no setor da construção civil, mas busca aumentar o conhecimento fazendo o curso de edificações. “Trabalho como encarregado de construção e considero o setor em alta, por isso quero fazer o curso e agregar mais conhecimento ao meu trabalho."

Para Arthur Riedo, de 18 anos, que é formado em mecânica, pretende aprofundar seu conhecimento, pois acredita que terá mais chances no mercado de trabalho. “Com um certificado do Senai no currículo temos diferencial e isso conta muito na hora de procurar trabalho." Então em disputa vagas nos cursos de edificações, logística, manutenção automotiva, mecânica, química, segurança do trabalho, alimentos e açúcar e álcool.
Clique aqui para saber mais.

Qualidade na Gestão: Senai-MT premiará indústrias com melhores performances na área

Indústrias integrantes do Programa Mato-grossense da Qualidade (Quali-MT) e que se destacam pela boa performance em processos de gestão serão premiadas pelo Senai-MT. O reconhecimento ocorre anualmente, nas categorias Ouro, Prata e Bronze. No Quali-MT 2010 concorrem 24 indústrias escolhidas entre 76 participantes. Os vencedores serão anunciados em 28 de abril, às 19h30, no Senai de Cuiabá.

Três concorrem na categoria Ouro, cinco na Prata e 16, na Bronze. "Esta é a quarta edição do Prêmio Quali-MT, e algumas das indústrias concorrentes participaram em outros anos, inclusive sendo beneficiadas com prêmios. Normalmente, as organizações começam pela disputa do Bronze, depois arriscam-se na Prata e, por fim, lutam pelo Ouro, categoria que exige um patamar de gestão mais avançado", explica o presidente em exercício do Sistema Fiemt, Jandir José Milan.

O Quali-MT faz parte do Programa Indústria em Ação (PIA), iniciativa do Sistema em parceria com o governo estadual. O programa é considerado pelo setor industrial como um forte indutor regional de desenvolvimento de processos e aprimoramento dos sistemas de gestão nas empresas. "Por meio do Quali-MT, as indústrias melhoram sua performance, investem em inovação tecnológica e alcançam patamares internacionais de competitividade", aponta Milan.

O programa é desenvolvido pelo Senai-MT, por meio de consultoria em gestão com foco oito critérios de excelência – liderança, estratégias e planos, clientes, sociedade, informações e conhecimentos, pessoas, processos e resultados –, que ajudam as empresas a aumentar a credibilidade, a melhorar a capacitação de trabalhadores e a entender melhor as exigências do mercado. Além disso, o programa contribui decisivamente para o alcance da certificação ISO 9001:2008 e cria condições de concorrência ao Prêmio Nacional de Qualidade (PNQ).
Para saber mais ligue 65 3611-1657, ou clique aqui.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Inovação de resultados: Pura Água e Senai lançam linha de produtos infantis

Importante nicho de mercado consumidor, o público infantil ganha atenção especial com a criação cada vez mais intensa e diversificada de produtos específicos para atender às suas necessidades. É o caso das embalagens de água mineral criadas pela Pura Água, indústria do município de Bela Vista, em Goiás, em parceria com o Senai de Vila Canaã, de Goiânia.

Desenvolvida com recursos financeiros, tecnológico e de especialistas oferecidos pelo Edital Senai Sesi de Inovação 2009, a nova linha de produtos da empresa acaba de ser lançada. Ela conta com recipientes diferenciados e em quantidades ideais para consumo de crianças de 6 meses a 2 anos (Baby) e de 5 a 10 anos (Kids).

Responsável pelo apoio a diversos produtos goianos de sucesso, como o sorvete de baru e a paçoca de soja, o Edital Senai Sesi de Inovação está com inscrições abertas até 5 de maio. Neste ano, estão disponíveis às empresas R$ 26 milhões. A expectativa é movimentar o total de R$ 50 milhões, juntando recursos do Senai, Sesi, bolsas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e contrapartidas das empresas e das unidades estaduais das organizações promotoras do edital.


“O aumento dos recursos em 2011 reflete os resultados obtidos pelo edital. O Senai e o Sesi percebem os impactos econômicos dos projetos, mesmo com o orçamento limitado, se comparado com o de outros programas”, explica Alysson Amorim, especialistas em inovação do Senai Nacional. Segundo ele, cerca de 90 empresas deverão ser beneficiadas.

Cada projeto de inovação tecnológica ou social poderá contar com até R$ 300 mil. No caso de projetos apresentados por Senai juntamente com Sesi, o limite máximo será de R$ 400 mil. A contrapartida mínima das empresas e de cada unidade regional das duas organizações equivalerá a 5% do valor total do projeto e quanto maior forem as contrapartidas, maior serão os pontos na avaliação.


Vantagens
  • Suporte técnico e financeiro para o desenvolvimento de projetos de inovação tecnológica e social;
  • Suporte para desenvolvimento de projetos envolvendo profissionais do Senai, do Sesi e da empresa, com custos compartilhados;
  • Apoio técnico especializado por meio de bolsas de Desenvolvimento Tecnológico Industrial–CNPq.
Organizado desde 2004 pelo Senai, o edital está em sua oitava edição e, desde 2009, conta com a participação do Sesi, que atua na área de responsabilidade social.
Saiba mais: Gerência de Tecnologia e Inovação do Senai-GO, com Igor Silva Guimarães, pelo 62 3219-1429, ou na Coordenação de Atividades Fim, com Cleonice Maria da Silva, pelo 62 3219-1392, ou ainda pelo www.editaldeinovacao.com.br.

quinta-feira, 24 de março de 2011

Senai-RS forma primeira turma de pós-graduação em eficiência energética

A primeira turma de 14 alunos do curso de pós-graduação em eficiência energética do Senai do Rio Grande do Sul receberá seus certificados na sexta (25/3), às 18h30, na Faculdade Senai de Tecnologia, em Porto Alegre. Dirigido a profissionais graduados em eletroeletrônica, meio ambiente, desenvolvimento sustentável e gestão, o curso será ministrado em módulo único com nove disciplinas. O especialista formado poderá prospectar e diagnosticar pontos para aumento de eficiência energética com potencial econômico e utilização de tecnologias de automação e controle de equipamentos que propiciem mais produtividade e competitividade industrial.

A cerimônia do curso integra o seminário Atualização do Mercado Energético Brasileiro e terá palestra do representante da Diretoria de Tecnologia da Eletrobrás, Djamil Barbosa. Também serão apresentados trabalhos de conclusão de três novos especialistas em Eficiência Energética.

Haverá a inauguração do Laboratório de Eficiência Energética e Qualidade de Energia Elétrica (Leeqee), pelo qual serão realizados diagnósticos de consumo energético e de qualidade de energia em máquinas, aparelhos e instalações. Também será possível a realização de ensaios de desenvolvimento e pré-qualificação de equipamentos elétricos como motores, reatores, inversores e softstarter, simulação digital 2D/3D de ambientes e seus instrumentos de iluminação e realização de cursos de especialização e extensão na área de eficiência energética e qualidade de energia.

Senai-AL mostra na TV como reduzir consumo de água sem abrir mão da praticidade

No Dia Mundial da Água (22/3) o Senai de Alagoas mostrou à população em link ao vivo durante o AL TV - 1ª Edição, na TV Gazeta, afiliada da Rede Globo, diretamente do Centro de Formação Profissional de Maceió, tecnologias que vêm sendo adotadas na redução de consumo.

Senai-AL
No laboratório onde ocorrem as aulas práticas do curso de encanador, o instrutor Thalles Belo (foto), líder da área de construção civil, explicou ao repórter Renato Ferraz que o banheiro é o cômodo da casa responsável por 70% do consumo de água.

Entre as tecnologias existentes para diminuir essa estatística, Belo mostrou a caixa de descarga com dois botões: um para o descarte de líquidos, com três litros de água, e outro para sólidos, com seis litros. “Normalmente, são usados cerca de 12 litros nesse processo. Com esse processo, a economia pode chegar a 70%."


Outras eficientes ferramentas no combate ao desperdício são as torneiras eletrônicas e mecânicas. “Em ambientes como aeroportos e shoppings muita gente não fecha as torneiras, por isso elas são fundamentais”, assegurou Belo. Já a “ecocaixa” deixa o vaso limpinho com apenas três litros de água.

São medidas que ajudam a preservar o meio ambiente e fazem parte dos ensinamentos que o Senai-AL transmite aos alunos com o tema Educação Ambiental nos módulos dos seus cursos. “A gente passa algo além da visão econômica, que é a necessidade de preservar a natureza, os mananciais”, acrescentou o diretor das Unidades Operacionais do Senai-AL, Marcelo Carvalho.

Carvalho destacou a iniciativa adotada pelo Senai Nacional, que vai distribuir no segundo semestre redutores de vazão entre os alunos da organização em todo o Brasil. Trata-se de uma pequena peça de plástico que, instalada entre a torneira e o cano, reduz o fluxo de água, proporcionando economia. A peça será produzida no Núcleo de Tecnologia do Plástico do Senai-AL.

Educação móvel Petrobras continua na parceria do barco-escola do Senai

O aporte de R$ 200 mil que garantem combustível para o deslocamento e kits de material didático 
  Arquivo Senai-AM
está garantido para o Samaúma (foto), barco-escola do Senai do Amazonas, graças à parceria com a Petrobras.

Com mais de 30 anos de atividades, o Samaúma leva Educação profissional a populações da Região Amazônica  que viram em localidades de difícil acesso por terra. Neste ano, a embarcação vai levar cursos profissionalizantes a cinco municípios. No último sábado (19/3), o barco-escola partiu de Manaus e está aportado em Manicoré, onde permanecerá até início de maio. Ao final do ano, o Samaúma terá formado novos profissionais e empreendedores nos municípios de Novo Aripuanã, Borba, Urucará e Urucurituba.

A renovação da parceira foi assinada pelo gerente-geral da Unidade de Operações da Amazônia da Petrobras, Luiz Ferradans, pelo vice-presidente do Sistema Fieam, Athaydes Félix, e pelo diretor regional do Senai-AM, Aldemurpe Barros.

Em Manicoré, o Samaúma deve constituir 22 turmas nas áreas de construção civil, eletricidade, marcenaria, automotiva alimentação, costura, empreendedorismo e informática. Segundo Barros, o Senai planeja levantar histórias de sucesso e revelar as transformações alcançadas na comunidades por meio da Educação profissional itinerante.

Novo Samaúma
O Senai está desenvolvendo o projeto Samaúma 2, que está sendo planejada dentro dos conceitos de sustentabilidade e tecnologia. A primeira fase da construção, a estrutura em aço da embarcação, foi licitada. “A previsão para construção do barco é entre 10 e 14 meses”, afirma o diretor.

Parceria com a Vale: Mineradora busca Senai para beneficiar entorno da Ferrovia Norte-Sul

O presidente do Sistema Fieto, Roberto Pires, recebeu nesta quarta (23/3), em Palmas, proposta de parceria da Vale. Presente em 38 países, a mineradora, que atua ainda nos segmentos de logística, energia e siderurgia, propôs um trabalho conjunto para prestação de serviços das organizações que compõem o Sistema em favor das comunidades impactadas pela construção da Ferrovia Norte-Sul.


   Vanderley Lima 
Programas que envolvam qualificação profissional, atendimento em saúde são o alvo da área de ações sociais da empresa. A Vale vai fornecer dados sobre demandas, serviços, cronograma e municípios para a elaboração de um plano de atendimento que será discutido nos próximos encontros.

O traçado inicial da Ferrovia Norte-Sul previa a construção de 1.550 quilômetros de trilhos, cortando Maranhão, Tocantins e Goiás. Em 2008, a Presidência da República incorporou os trechos Açailândia-Belém e Anápolis-Panorama ampliando o traçado para 3.100 quilômetros de extensão quando concluído.
A Ferrovia Norte-Sul foi projetada para promover a integração nacional, minimizando custos de transporte de longa distância e interligando as regiões Norte e Nordeste ao Sudeste e Sul, com conexões com 5 mil quilômetros de ferrovias privadas.

Essa integração será o grande agente uniformizador do crescimento auto-sustentável do país, na medida em que possibilitará a ocupação econômica e social do cerrado brasileiro - com uma área de aproximadamente 1,8 milhão de quilômetros quadrados, correspondendo a 21,84% da área territorial do país, onde vivem 15,51% da população brasileira - ao oferecer logística adequada à concretização do potencial de desenvolvimento dessa região, fortalecendo a infraestrutura de transporte necessária ao escoamento da sua produção agropecuária e agroindustrial.

Inúmeros benefícios sociais estão surgindo com a Norte-Sul. A articulação de diferentes negócios está contribuindo para o aumento da renda interna e para o aproveitamento e melhor distribuição da riqueza nacional, a geração de divisas e abertura de novas frentes de trabalho. O resultado será a diminuição de desequilíbrios econômicos entre regiões e pessoas e a melhoria significativa da qualidade de vida na região.
Com informações do http://www.valec.gov.br/ferrovia.htm

quarta-feira, 23 de março de 2011

Frase de Hoje

"Ou eu encontro um caminho, ou eu o faço."

ViraVida tira da violência sexual jovens do Complexo da Maré

Jovens do Complexo da Maré, zona norte do Rio de Janeiro, capital, farão cursos de padeiro e confeiteiro no Senai-RJ, graças ao Projeto ViraVida, do Conselho Nacional do Sesi. A proposta foi lançada ontem (22/3), na sede do Sistema Firjan.

Participaram os 21 jovens que farão cursos de capacitação profissional, a apresentadora Xuxa Meneghel, madrinha da campanha Carinho de Verdade – Um Gesto contra a Exploração Sexual, o presidente do Sistema, Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, e o presidente do Conselho Nacional do SESI, Jair Meneguelli.

Os alunos, cujas idades variam de 16 anos a 21 anos, estudarão no Senai da Tijuca, com aulas durante aproximadamente 12 meses. Premiado como uma das 50 melhores práticas de enfrentamento da violência sexual no Brasil, o ViraVida está em desenvolvimento em Brasília, Salvador, Teresina, Parnaíba, João Pessoa, Campina Grande , na Paraíba, Curitiba, Foz do Iguaçu e Londrina, no Paraná.
Até o fim do ano, deverá beneficiar jovens de todas as capitais brasileiras. Belo Horizonte, Porto Alegre, Cuiabá e Manaus, cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 terão prioridade na implantação, segundo a coordenação nacional do projeto.

Xuxa, Jair Meneguelli e os alunos e alunas do ViraVida no Complexo da Maré – Foto Thyago Andrade/Photo Rio News – Extra Onlline
Xuxa, Jair Meneguelli e os alunos e alunas do ViraVida no Complexo da Maré – Foto Thyago Andrade/Photo Rio News – Extra Onlline

Algodão cru: Moda de Mato Grosso é destaque na África

O talento da moda mato-grossense está presente no Praia Fashion Week, que ocorre nesta semana (21 a 27/3), na capital de Cabo Verde, na África. Estão apresentando suas coleções estilistas e criadores de moda de diversos países, como Portugal e Espanha.

Mato Grosso representa o Brasil, apresentando roupas e acessórios produzidos a base de algodão cru, um negócio sustentável da empresa Alfa. Trata-se de um estilo conceitual que alia inovação, beleza e leveza. Moda que revela a cultura produtiva do estado e valoriza as possibilidades de crescimento com base no respeito ao meio ambiente e na geração de renda.

O interesse internacional por produtos mato-grossenses começou ano passado, depois que a Alfa, com o apoio do Núcleo de Moda e Design do Senai-MT e do Sebrae, se destacou em uma feira de exposições em Cabo Verde. Segundo o proprietária da empresa, Claudia Fagotti, o empreendedorismo e a busca de interação com outros mercados é um propulsor que pode levar a conquistas de espaços como este.

“A indústria do vestuário é muito ampla e exige que o empresário haja com criatividade e visão. Participar de missões internacionais, como as organizadas pelo Sistema Fiemt e pelo Sebrae, e agir com empenho no desenvolvimento de boas ideias ajuda a aplicar capital com foco e ter sucesso”, explica Claudia.

Durante toda semana, o Praia Fashion Week será palco de dez desfiles, além de cursos de passarela, de maquiagem e de modelo fotográfico. A programação inclui uma série de debates e seminários sobre produtos e inovações.

Cláudia Fagotti, que faz parte da diretoria do Sistema Fiemt e do Sindicato das Indústrias do Vestuário do estado, também vai ministrar palestra sobre a experiência de sucesso no uso do algodão cru como matéria-prima na confecção de roupas e a possibilidade de aliar harmonicamente sustentabilidade e moda.

No estado, como em todo o país, o empresário do ramo têxtil e de confecção que busca o desenvolvimento operacional alinhado a novas tecnologias em desenhos e softwares conta com o Programa Senai de Gestão do Design como instrumento para aumentar a competitividade. Exemplo é o núcleo do Senai-MT, que realiza pesquisas de coleção, assessoria em design, participa da elaboração de cadernos de tendências.
Saiba mais: 65 3612-1735/1703.

Chilenos negociam parceria com Senai de Mato Grosso do Sul

O Senai de Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande, recebeu na segunda (21/3) delegação do Governo de Atacama, no Chile. O grupo, liderado pela governadora Ximena Matas Quilodrán, veio ao Brasil para negociando possível parceria de capacitação de profissionais da área mineração e energia renovável.

Segundo o gerente da unidade, Marcos Costa, os chilenos conheceram o setor de qualificação técnica de mecânica, química, mineração, eletrotécnica e segurança do trabalho. “Eles gostaram muito do que viram, mas ficaram impressionados mesmo com o modelo de qualificação adotado pelo Senai, de atuar em conjunto com a indústria."

Costa explicou que tudo que a unidade desenvolve tem o suporte das empresas do município, da demanda por cursos até a indicação de parte dos alunos. “Esse modelo de atuação e a metodologia adotada pelo Senai-MS é muito interessante”, disse a governadora Ximena, que quer conhecer a expertise da instituição em qualificação profissional para aplicá-la em Atacama.

O Governo de Atacama e o Senai-MS iniciaram negociações para atender a demanda da região chilena em mineração e energia renovável. O diretor-corporativo do Sistema Fiems e diretor regional do Senai-MS, Jaime Verruck, explicou que nos próximos anos Atacama vai receber quase US$ 20 bilhões em investimentos, o que demandará  profissionais capacitados.

Segundo Verruck, a ampliação da questão comercial de Mato Grosso do Sul com Atacama esbarra na necessidade de qualificação de chilenos. “Iniciamos com a governadora Ximena a negociação para que possamos atuar na formação de profissionais de mineração, energia renovável e saúde e segurança do trabalho."

Verruck acrescentou que a participação na reunião de representantes dos segmentos de açúcar e álcool, alimentos, metalmecânica, construção civil, vestuário e turismo abre possibilidade de empresas locais atuarem na expansão dos projetos chilenos.

terça-feira, 22 de março de 2011

Frase de Hoje


"A injustiça que se faz a um é
uma ameaça que se faz a todos."
Montesquieu (1689-1755) – Pensador e jurista francês.

Padarias de Manaus vão ampliar a qualidade de seus produtos.

O Programa de Alimentos Seguros (PAS), coordenado pelo Senai, será implantação em 20 panificadoras de Manaus. Esse trabalho conta com a parceria do Sebrae-AM que financiará 90% dos custos da consultoria da gestão de qualidade nas empresas indicadas pelo Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria do Amazonas.
 
Segundo o coordenador de Relações com o Mercado da Escola Senai de Ações Móveis e Comunitárias, Sérgio Furtado, o programa é aplicado para reduzir os riscos à saúde do consumidor, por meio da disseminar e instalação dos sistemas Boas Práticas (BPF) de Fabricação e de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC) na cadeia produtiva de alimentos, do campo à mesa. “O PAS cultiva a política da qualidade da produção de alimentos seguros à saúde, contribuindo também para o aumento da exportação de alimentos”, diz Furtado.
 
De acordo com o presidente do sindicato, Carlos Alberto de Azevedo, o segmento registra mais de mil panificadoras na capital do Amazonas, empregando 12 mil trabalhadores diretos. “Estamos preocupados com a qualificação de toda a cadeia produtiva de panificação, pois temos que estar preparados para atender à demanda de turistas no período da Copa de 2014”.
 
O PAS é desenvolvido em todo o país pelas organizações do Sistema S e outras públicas e privadas. O programa abrange desde a colheita à comercialização dos alimentos. Atua nas vertentes Campo, Transporte, Indústria, Distribuição e Mesa, além de Ações Especiais. Recentemente, o Senai-AM trouxe à Manaus o biomédico Roberto Martins Figueiredo, o Doutor Bactéria, para lançar o PAS Consumidor.
 
Na palestra Saiba como se alimentar com segurança, o Doutor Bactéria apresentou a nova ação do programa, que visa sensibilizar da população quanto aos aspectos da segurança na hora de consumir produtos.

Construção civil: Alagoas treina mulheres para suprir demanda do setor

As 11 mulheres do município alagoano de São Miguel dos Campos que participam do curso de Formação de Pedreiros foram homenageadas durante a abertura do programa ministrado pelo Senai, prefeitura, Defesa Civil Municipal e empresas.

Essa oportunidade às mulheres está sendo oferecida dentro do Programa Senai de Ações Inclusivas (PAS), na vertente gênero. “O curso de Pedreiro é de suma importância para o atual mercado, que está carente desses profissionais”, afirmou o vice-prefeito, Manoel Messias, que também destacou na aula inaugural a parceria com o Senai e a importância da participação das empresas no apoio à iniciativa.



“Já formamos 80 pessoas na área de construção civil. Hoje, as mulheres são parte fundamental no mercado da construção civil”, destacou o diretor do Senai de São Miguel, Nélio Felix. O curso deverá estar concluído até maio próximo.

O Psai facilita o acesso de pessoas com necessidades educacionais especiais, como deficientes, condutas típicas e altas habilidades aos cursos do Senai, expande o atendimento a negros e índios e amplia a participação de mulheres em cursos estigmatizados para homens e vice-versa, além de orientar as unidades operacionais da organização na requalificação profissional de pessoas acima de 45 anos.

O programa é desenvolvido levando em consideração os aspectos legais – Decreto 3.298/99, que ratifica a Lei 7.853//89 –, que dispõe sobre a obrigatoriedade das indústrias contratarem de 2% a 5 % pessoas com deficiência, amparando a necessidade de ações para capacitar e preparar profissionais para demandas das empresas.

Outra legislação que apoia o Psai é o Decreto 5.598 de 1º de dezembro de 2005, que regulamenta a contratação de aprendizes registrando que o "aluno aprendiz com qualquer deficiência não tem limite de idade para participar dos cursos de aprendizagem”. O decreto amplia "significativamente a oportunidade de pessoas com necessidades especiais participarem de capacitações nessa modalidade, de maior relevância para o Senai", explica a gestora nacional do programa, Loni Manica.

Verão 2012 : Fundador da UseFashion faz palestra no lançamento de caderno de tendências


‘Como ganhar dinheiro com moda’ será a palestra do empresário Jorge Faccione (foto), fundador da UseFashion – empresa especializada em informação estratégica de moda –, no encontro de lançamento do Caderno de Inspirações Perfil Moda, que em sua nova edição traz as macrotendências para o verão 2012. O evento será promovido na quarta (23/2), a partir das 19h, pelo Senai de Blumenau, no Teatro Carlos Gomes.
Mais informações e ingressos antecipados pelo 47 3321-9600 ou blumenau@sc.senai.br

A consultora e docente de curso superior do Senai catarinense, Rosenei Zanchett, vai apresentar temáticas, estampas, cores e modelos que ganharam destaque no mercado internacional e que podem influenciar o mercado nacional no próximo ano.

O Caderno de Inspirações Perfil Moda é produzido pelo Programa Senai de Gestão do Design, com a participação especialistas do Senai. A publicação possui duas edições anuais – verão e inverno do ano posterior – e ajuda empresários e profissionais na elaboração de coleções.

Por mostrar tendências culturais e sociais dos mercados internacionais e de diversas regiões do país, as informações ajudam a incrementar os negócios das empresas de vestuário, calçados e acessórios. Os conceitos apresentados em desfiles, feiras e comportamentos de rua são reunidos na publicação, que apresenta ainda detalhes técnicos, cores, estampas e tecidos que tendem a ter destaque na próxima estação.
Saiba mais sobre gestão do design no www.senai.br/design.

segunda-feira, 21 de março de 2011

Pós-graduação de gestão e design de moda

Profissionais do vale do rio Tijucas que atuam ou desejam atuar em empresas do setor de vestuário, calçados e acessórios e possuam formação em nível superior podem se inscrever para o curso de pós-graduação em gestão e design de moda, que será realizado no Senai de São João Batista, a partir de junho. Moradores da Grande Florianópolis também podem participar pois as aulas serão realizadas nas sextas à noite e aos sábados.

O curso é indicado a tanto a profissionais que atuam no mercado de moda, como designers e gestores, quanto aqueles que a utilizam como linguagem, oriundos de áreas afins. A formação é composta por disciplinas na área de design, comunicação, marketing estratégico e processos produtivos.

Mais informações: www.sc.senai.br ou 0800 48 1212.

Investimento em Educação: Senai terá nova unidade em Porto Alegre

A comunidade da Restinga, na capital do Rio Grande do Sul, contará com nova Agência de Educação Profissional Senai. O convênio para a construção da unidade foi assinada na sexta (18/3), pelo prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, pelo diretor regional do Senai-RS, José Zortéa, e pelo secretário municipal de Produção, Indústria e Comércio, Valter Nagelstein.


"Em um futuro próximo a Restinga será modelo entre os bairros de Porto Alegre, e o Senai-RS está orgulhoso de participar desta mudança", afirmou Zortéa. Segundo ele, a educação deve ser prioridade sempre. "Povo que se preocupa com educação, é povo que tem futuro", destacou.

"Este convênio é mais uma prova de que é possível transformar a vida de uma cidade. A Restinga já é uma referência e um bairro em ampla expansão", afirmou o prefeito Fortunatti. O secretário Nagelstein fez um histórico do Parque Industrial da Restinga, explicando a evolução do projeto que hoje é polo em crescimento do segmento da marcenaria, considerando a grande e crescente instalação de empresas da área nesta região.

A escola terá capacidade para até 300 alunos e vai oferecer, primeiramente, cursos de nível médio nas áreas de marcenaria, construção civil e eletricidade. No bairro, o Senai conta com um espaço cedido em uma escola municipal, onde atende cerca de cem alunos de marcenaria.

Senai-SC dá dicas aos interessados em marcenaria

No sábado (19/2) foi comemorado o Dia do Marceneiro, profissão de destaque principalmente em Santa Catarina em função do número de pequenas, médias e grandes empresas existentes no estado. Esses profissionais, que no passado realizavam trabalhos de maneira quase artesanal e aprendiam as técnicas com parentes e amigos, lidar hoje com modernas tecnologias.

Segundo o coordenador dos cursos da área de mobiliário do Senai de São Bento do Sul, Adriano Rank, são diversas as oportunidades de trabalho na área. "Regularmente recebemos empresas solicitando pessoas para trabalhar, e percebemos que há uma procura tanto por profissionais especializados em áreas específicas, como programação CNC e operação de máquinas, quanto em funções que exigem conhecimento mais abrangente, como prototipagem e marceneiro."

Esses empregos podem estar em diversas fábricas existentes em Santa Catarina ou em empresas menores, que fabricam móveis sob medida. Segundo Rank, o perfil profissional de um profissional da área de móveis deve incluir domínio de desenho técnico e conhecimento sobre máquinas, materiais e equipamentos, além de saber usar softwares de desenho assistido por computador (CAD) e noções de design. Mas as competências e habilidades desejadas podem variar, de acordo com a função nas empresas. Rank também destaca a demanda das empresas, mesmo de pequeno porte, por operadores de máquinas que usem comando numérico computadorizado (CNC).

Quem se interessa pela parte de projetos encontra no Senai de São Bento do Sul os cursos de aprendizagem em Prototipista de Móveis, profissional preparado em um ano para a área de produção, e o técnico em móveis, com dois anos de duração. Ainda na lista aprendizagem em desenhista industrial de móveis e o técnico em design de móveis.

A unidade também ministra cursos de qualificação e aperfeiçoamento, formações mais rápidas e específicas, e os sob demanda, para atender às necessidades de empresas.